Educação em saúde da Ilha realiza campanha preventiva contra Hepatite

"28 de julho foi o Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais, mas as equipes de saúde da Ilha realizaram os trabalhos preventivos entre s dias  22 a 31 de julho".
 
A responsável pela Educação em Saúde, Vanessa Melo, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Ilha Comprida, Silvia Rios, e equipes realizaram entre os dias 22 a 31 de julho, Campanha de Combate a Hepatite com visitas aos salões de beleza do município. As equipes prestaram orientações gerais sobre a doença como formas de transmissão, sintomas, prevenção e o reforço da importância da vacinação aos profissionais dos salões.
Segundo Vanessa Melo, o setor faz atualmente o levantamento do esquema vacinal desses profissionais. O assunto foi novamente abordado junto à população na tenda da saúde do Programa SuperAção, no balneário Caiçara. “É importante ressaltar que a vacina da Hepatite B é disponibilizada pelo SUS e foi ampliada para faixa etária até 49 anos. Basta procurar uma das unidades de Saúde portando a carteira de vacina”, orienta Vanessa Melo. O setor providencia a carteira de quem não tem o documento. Iniciou por eles, tenda da saúde, posto de saúde visitação enfermeira Silvia Rios,
Saiba mais sobre a Hepatite:
CAMPANHA – Com o Slogan: “Hepatites Virais: sem perceber, você pode ter”, a campanha do Ministério da Saúde foi lançada em veiculação nacional. A campanha é composta por filme e cartazes para públicos específicos, além de peças para as redes sociais.
VACINA - A partir deste ano, a vacina contra hepatite B também está sendo oferecida para pessoas com até 49 anos. A medida beneficia um público-alvo de 150 milhões de pessoas - 75,6% da população total do Brasil. No ano passado, a idade limite para vacinação gratuita era até 29 anos.  Em 2012, mais de 15,7 milhões de pessoas foram protegidas contra a hepatite B. Após três doses, mais de 90% dos adultos jovens e mais de 95% das crianças e adolescentes desenvolvem respostas adequadas de anticorpos. Com a ampliação da faixa-etária, o Ministério da Saúde reforça a importância da vacinação de adultos,  como forma de melhorar a condição de saúde da população brasileira.
A DOENÇA – As hepatites são doenças graves que atacam o fígado, um dos órgãos mais importantes e vitais do corpo humano. Os cinco principais tipos (A, B, C, D e E) são causados por vírus que podem passar de uma pessoa para outra. A hepatite B é uma doença sexualmente transmissível (DST). E, assim como a hepatite C, pode ser também transmitida pelo sangue. As hepatites são consideradas uma doença negligenciada em todo o mundo.Cerca de 325 milhões de pessoas são portadores crônicos da hepatite B e 170 milhões da hepatite C, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).No Brasil, a estimativa é de que existam 800 mil infectadas pelo vírus B e 1,5 milhão de pessoas infectadas pela hepatite C. Da infecção até a fase da cirrose hepática, pode levar de 20 a 30 anos, em média, sem nenhum sintoma.

Related

Saúde 4150236309354836648

TV Web TriLivre

Bem Vindo Ouvinte!

Seja bem vindo a Rádio Tribuna Livre, um portal de entretenimento garantido onde você vai poder ouvir as melhores músicas, ficar por dentro das notícias e interagir com a galera mais antenada da rede. Faça seus pedidos, participe das promoções e deixe seu dia muito mais animado com esse som!

Receba As Notícias por E-Mail

Qual seu Estilo?

Tempo em Juquiá

Tempo Juquia
item