Alta do PIB deste ano segue em 0,50%.

Foto:Reprodução
O Relatório de Mercado Focus desta semana indicou manutenção nas projeções de atividade para 2016 e 2017. Pelo documento divulgado nesta segunda-feira, 9, a mediana para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2016 seguiu em retração de 3,49%. Há um mês, a perspectiva era de recuo de 3,48%. Para 2017, o mercado seguiu prevendo um crescimento de 0,50%. Há um mês, a expectativa era de 0,70%.

No último Relatório Trimestral de Inflação (RTI), divulgado no fim de dezembro, o Banco Central projetou recuo de 3,3% do PIB em 2016 e avanço de 0,8% para 2017. Já o Ministério da Fazenda trabalha com estimativa de crescimento de 1,0% para este ano.

No relatório Focus desta segunda, as projeções para a produção industrial indicaram um cenário difícil. A queda prevista para 2016 passou de 6,58% para retração de 6,65%. Para 2017, porém, a projeção de alta da produção industrial foi de 0,88% para 1,00%. Há um mês, as expectativas para a produção industrial estavam em recuo de 6,68% para 2016 e alta de 0,75% para 2017.

Já a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2016 foi de 45,20% para 45,15% no Focus. Há um mês, estava em 45,20%. Para 2017, as expectativas no boletim Focus foram de 50,74% para 50,67%, ante projeção apontada um mês atrás de 51,00%.

Balança comercial

Os economistas do mercado financeiro alteraram suas projeções para a balança comercial em 2017. A estimativa de superávit comercial este ano passou de US$ 46,98 bilhões para US$ 46,00 bilhões, ante US$ 45,00 bilhões de um mês antes. Na estimativa mais recente do BC, o saldo positivo de 2017 ficará em US$ 44,0 bilhões.

No caso da conta corrente, as previsões contidas no Focus para 2016 indicaram déficit de US$ 20,30 bilhões, ante os US$ 20,35 bilhões de uma semana antes. Há um mês, o rombo projetado estava em US$ 20,00 bilhões. Os dados consolidados do ano passado serão divulgados no dia 24 de janeiro pelo Banco Central. A projeção mais recente da instituição é de déficit de US$ 22 bilhões.

Para 2017, o mercado alterou a estimativa de rombo nas contas externas de US$ 25,35 bilhões para US$ 26,00 bilhões. Um mês atrás, o rombo projetado era de US$ 26,00 bilhões. Já a projeção do BC para o déficit em conta em 2017 é de US$ 28,0 bilhões.

Para os analistas consultados semanalmente pelo BC, o ingresso de Investimento Direto no País (IDP) será mais do que suficiente para cobrir o resultado deficitário, tanto em 2016 quanto em 2017. A mediana das previsões para o IDP em 2016 subiu, no Focus, de US$ 69,00 bilhões para US$ 69,50 bilhões de uma semana para a outra, ante US$ 66,06 bilhões de um mês antes. No acumulado de 2016 até novembro, o IDP somou US$ 63,657 bilhões e a previsão do BC é de que a cifra tenha chegado a US$ 70,00 bilhões até o fim do ano.

Para 2017, a perspectiva de volume de entradas de investimento direto, de acordo com o Relatório Focus, seguiu em US$ 70,00 bilhões, mesmo valor de quatro semanas antes. Já a projeção do BC é de US$ 75,00 bilhões.

Related

Notícias 9193314354455489658

Postar um comentário

TV Web TriLivre

Bem Vindo Ouvinte!

Seja bem vindo a Rádio Tribuna Livre, um portal de entretenimento garantido onde você vai poder ouvir as melhores músicas, ficar por dentro das notícias e interagir com a galera mais antenada da rede. Faça seus pedidos, participe das promoções e deixe seu dia muito mais animado com esse som!

Receba As Notícias por E-Mail

Qual seu Estilo?

Tempo em Juquiá

Tempo Juquia
item