Pré-candidato a presidente Álvaro Dias participa de coletiva junto a imprensa e fala sobre a necessidade da democratização midiática


“O Senador respondeu a inúmeros questionamentos dos jornalistas, dentre os temas, o foro privilegiado, reforma da previdência e trabalhista, candidatura à presidência, crise atual e sobre o reconhecimento das mídias regionais”.

No dia 28 de setembro entidades de classe que representam os mais variados veículos de comunicação participaram de uma entrevista coletiva promovida pelo Jornal Diário de Osasco. Além do senador Álvaro Dias (PODE), a Deputada Federal Renata Abreu (presidente nacional do Podemos), diversos jornalistas, autoridades e formadores de opiniões foram recepcionados no gabinete do presidente do Grupo Diário das Regiões Vrejhi Sanazar, localizado na cidade de Osasco, região Oeste da Grande São Paulo.

O pré-candidato respondeu a inúmeros questionamentos dos jornalistas, dentre os temas, o foro privilegiado, reforma da previdência e trabalhista, candidatura a presidente, crise atual e sobre o reconhecimento das mídias regionais.

O pré-candidato explicitou a defesa sobre tramitação no Congresso da PEC (Proposta de Emenda Constitucional), de sua autoria, que acaba com o chamado “foro privilegiado” em caso de crimes comuns para deputados, senadores, ministros de estado, governadores, ministros de tribunais superiores, desembargadores, embaixadores, comandantes militares, integrantes de tribunais regionais federais, juízes federais, membros do Ministério Público, procurador-geral da República e membros dos conselhos de Justiça e do Ministério Público.

“A Reforma Trabalhista foi aprovada com falhas. Ao invés de eliminar, acaba alimentando conflitos. Vamos ter que votar uma reforma da reforma. Já a Reforma da Previdência, do jeito que foi apresentada, não pode ter a nossa concordância. O mais importante seria que o presidente Michel Temer explicasse à população como aplica os recursos da Previdência porque há desvio de finalidade na aplicação desses recursos. Além disso, deveria cobrar os grandes devedores, como o Grupo JBS e o Eike Batista”, criticou Álvaro Dias.

Quando questionado sobre pelo Podemos e sua pré-candidatura à presidência pela nova legenda, o senador afirma ser uma “missão”, já que vai trocar uma disputa praticamente ganha, ao governo do Paraná, pela disputa nacional. - “No caso do governo, ganharia praticamente por W.O. Já a pré-candidatura à presidência foi algo que não postulei. É uma missão a ser cumprida. Minha trajetória sempre foi de oposição e chegou o momento de colocá-la à disposição dessa fase construtiva pela qual o Brasil passa”, completou o pré-candidato.

Álvaro Dias, também falou sobre a grave crise que assola o país e a forma para revertê-la: “Tem que começar pela reforma do Estado. O enxugamento dessa máquina descomunal que engordou, e se tornou preguiçosa e incompetente para atender o apetite dos chupins da República; aqueles que correm para a sombra do poder para dele se beneficiar. É necessário fazer a refundação da República, estabelecer uma nova relação entre os poderes, e a partir de aí, promover as reformas para chegar a todas essas questões de importância como saúde, educação, geração de emprego, segurança pública”.

Na oportunidade o Jornalista, Conselheiro da Adjori (Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo) e Presidente da Uvecom (União dos Veículos de Comunicação) Júpter Furquim aproveitou o ensejo, externou: - “A pergunta não poderia ser diferente, se não através do interesse do coletivo destes que represento. Na sua visão, qual é a importância das mídias regionais, aqueles que escrevem a história das suas cidades, e o que pode ser feito para a desmonopolização das grandes mídias? - “Nós pregamos a descentralização administrativa, por isso queremos uma reforma no sistema federativo, que há uma concentração de recursos dos cofres da união e prejuízos dos estados e municípios, e da mesma forma pensamos em relação a comunicação, a descentralização da comunicação. A imprensa local, reflete o sentimento de cada cidade, de cada região do país, e isso é importante para se estabelecer uma comunicação competente, então a valorização dos veículos de comunicação do interior, aliás hoje é bom dizer que está havendo uma inversão do processo migratório, as cidades do interior estão crescendo mais que as capitais, exatamente pela força do agronegócio, a pujança do agronegócio é o sustentáculo da economia do nosso país, então obviamente se há uma reversão do processo migratório com as cidades do interior crescendo mais do que as capitais brasileiras, os veículos de comunicação do interior também ganharão força e importância, Finalizou o Senador Álvaro Dias.

Related

Notícias 1575145146479238104

Postar um comentário

TV Web TriLivre

Bem Vindo Ouvinte!

Seja bem vindo a Rádio Tribuna Livre, um portal de entretenimento garantido onde você vai poder ouvir as melhores músicas, ficar por dentro das notícias e interagir com a galera mais antenada da rede. Faça seus pedidos, participe das promoções e deixe seu dia muito mais animado com esse som!

Receba As Notícias por E-Mail

Qual seu Estilo?

Tempo em Juquiá

Tempo Juquia
item